quarta-feira, 26 de Maio de 2010

Apresentação final do projecto

No dia 24 deste mês o grupo reuniu-se para trabalhar na apresentação final do nosso projecto. Esta irá-se realizar amanha dia 26 de Maio.

Contactos

Também no dia 20 Maio contactamos com Joaquim Pedro Silva da Central Cervejas. Nesta conversa o senhor Silva deu-nos o contacto de duas empresas que fornece para Central Cer, e explicou-nos qual o trabalho da sua empresa. Essas empresas foram: Barbosa Vidro e Logoplast.

Nesse mesmo dia, também enviamos um e-mail às referidas empresas.

Experiências

No passado dia 20 concluímos as experiências já iniciadas.
Aqui ficam algumas fotos tiradas:




Tipo de embalagens utilizada nas experiências

Experiências de dureza em embalagens tetra pack



Experiências de dureza em embalagens de plástico



Experiência de pressão em embalagens de plástico





Experiências de pressão em embalagens metálicas





Experiências de pressão em embalagens de vdro





Experiência de colocar todas as embalagens a baixas temperaturas





Experiência de colocar todas as embalagens em altas temperatuas



Embalagens retiradas do congelador depois de 6 dias


o grupo depois da experiências

segunda-feira, 17 de Maio de 2010

Resultados dos inquéritos



Resultado dos Inquéritos

1. Sabes porque existem vários tipos de embalagens de sumos diferentes?

2. Que tipo de embalagens costumas utilizar com mais frequência?

2.1. Porquê?

R: TETRAPACK:

· A embalagem tetrapack é mais segura e porque só consome produtos pasteurizados;

· È ecológica;

· Prática;

· Serem mais comuns;

· Melhor acondicionamento e não permite a entrada de luz;

· Protege a qualidade do sumo;

· São recicláveis;

· Conservam-se de melhor forma;

· Por existir maior oferta deste tipo de embalagem;

· Facilidade no transporte.

PLÁSTICO:

· Por ser mais conveniente;

· Prática;

VIDRO:

· Não indicaram nenhuma razão para a sua escolha.

3. Achas que a temperatura pode influenciar os materiais constituintes da embalagem?

3.1. Porquê?

NÃO: a não ser que sejam temperaturas elevadas

SIM: Os constituintes das embalagens com calor podem-se passar para os alimentos;

A temperatura pode deteorizar a embalagem e os materiais se forem sensíveis a esta;

Os diferentes materiais reagem de maneira diferente ás mudanças de temperatura;

Podem estragar-se;

A resistência dos materiais altera-se com as variações da temperatura;

Porque se as temperaturas forem baixas conservam os sumos e se forem altas podem modifica-los;

Por exemplo, se for plástico, este material a temperaturas altas liberta substâncias perigosas;

Mudar a qualidade do material.

4. Consideras que o tipo de embalagem pode influenciar a qualidade do sumo?

5. Que tipos de testes farias para ver qual o melhor tipo de embalagem usar?

R: Sumos iguais em embalagens diferentes, sujeitos ás mesmas condições;

Teste de temperatura e pressão;

Ver a biodegrabilidade da embalagem

Exposição á radiação e á luz;

Identificar os constituintes de cada embalagem e ver qual deles revela mais perigo ao nível da conservação do sumo;

Dureza/Resistência da embalagem (ao choque e agitação);

Qual deles tem maior condutividade térmica.

continuação do projecto

Hoje, o grupo reuniu-se e conclui o tratamento dos dados dos inquéritos, anteriormente iniciados, bem como, continuamos a realização das experiencias com as embalagens, acto já iniciado no dia 10 de Maio de 2010.